A televisão, avançou, retrocedeu ou continua a mesma de sempre?

A tecnóloga avançou a economia e as pessoas também. Mas esse avanço foi positivo?

0
1539
televisão

O que está acontecendo com a televisão?

Nos últimos dias observei tudo o que vem até a mim com muito cuidado, e pode constatar que quase todos os programas tinham como atração principal reportagens que mostravam a desgraça das pessoas ou reportagens que não transmitem mensagens construtivas para as pessoas como por exemplo:

O Gugu com seu programa que dava recordes de audiência, IBOPE esse conseguido com a entrevista de bandidos, no SBT estava o Ratinho com o deste de DNA, onde uma mulher estava praticamente agredindo um homem que ela afirmava ser o pai de seu filho, na Globo e diferente ela tem uma qualidade muito grande não exibiria esses tipos de programas sensacionalistas e com alto teor de baixaria, pelo contrário a platinada se redeu a violência, ela exibia um jogo de futebol onde torcedores de um time brigava com os torcedores rivais e a polícia tentando resolver a situação e acabava gerando mais violência, colocava na Band a mesma coisa mudava pra outro programa e estava lá falando de uma foto que Ivete saiu feia. Gente que país e esse? Como deixamos a televisão que era sinônimo de cultura de lazer de união chegar a esse ponto? Onde as coisas ruim tomaram um espaço muito maior que as coisas boas.

A tecnóloga avançou a economia e as pessoas também. Mas esse avanço foi positivo?

Cadê os programas que uniam as famílias e vangloriava os nossos ídolos, esses ídolos que enchiam de orgulho a nação, foi se o tempo onde emissoras pregavam o “seja você do jeito que você é”.

Hoje se você não tem o aparelho da moda, a roupa da moda, o corpo da moda, a cara da moda você e simplesmente excluído e o que mais me chova e saber que essa moda foi criada muitas vezes pelo meio e pela forma mais acessível e barata a televisão.

Antigamente ela era sinônimo de entretenimento de cultura, de lazer, de diversão, de informação hoje e sinônimo de baixaria e muitas vezes causam constrangimentos nas famílias. Antes se podia assistir uma programa uma novela que ela transmitia coisas boas e mensagens legais e principalmente ela era livre pra todas as pessoas.

Meu Deus que saudade de Janete Clair e Manoel Carlos que com suas novelas tradicionais e comportadas encantavam as pessoas com suas histórias simples porem contemporâneas.

O que está acontecendo e que as emissoras estão adotando um estilo americano em seus programas como por exemplo a novela Babilônia que é muito parabenizada pela crítica nacional e internacional por ser uma novela de trama ágeis e com um tema muito forte em produções americanas “a vingança” porem ela foge do estilo brasileiro e chega até a chocar o público conservador esses e outros motivos levaram a queda em sua audiência.

Vale lembrar que em 2013 o programa de televisão britânico “The Greatest Shows on Earth” (os melhores programas do mundo) fez os britânicos ficarem chocados com o nível das nossos programas para eles os brasileiros só gosta de ver sexo e morte de acordo com a apresentadora Daisy que diz “A televisão aqui valoriza o teatro do extremo, da beleza do corpo das mulheres a programas que exploram casos de polícia”. Ela ainda se questiona: “se a televisão brasileira está disposta a tratar as mulheres dessa forma em sua busca por espectadores, existe algum limite que ela não cruzaria?”.

Para Daisy os brasileiros gostam dos sangrentos programas policiais e ainda se questiona “é isso que as pessoas assistem como entretenimento na hora do almoço?”. Ela conclui dizendo: “meu deus, esse país não é para os de coração fraco”

O que eu posso dizer? Sinceramente se eles nós enxergam dessa forma, a televisão só faz aumentar a fama que o Brasil tem lá fora! Nós questionamos, criticamos e até falamos palavrões para os estrangeiros que vem aqui com intenções perversas. Agora me responda do que vale criticar e falar palavrões se eles ‘estrangeiros’ não tem culpa alguma de pensar assim, se nós que vivemos aqui, incentivamos esses programas com a nossa audiência porque criticamos se nós que deixamos ela ter esse nível.

Para terminar serei obrigado a concordar com o pensamento de Luiz Inácio Lula da Silva: “qual é o processo de educação nós aprendemos quando ligamos uma televisão no Brasil? Nenhuma. O que nós assistimos, em muitos casos, é um processo de degradação da estrutura da família brasileira.”

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA