Ciumes não é prova de amor!

0
1436

Você teve ser daquelas pessoas que acham que ciumes é uma coisa boa. Porém eu tenho que lhe dizer que você está redondamente enganado, segundo o psiquiatra Eduardo Ferreira Santos.

O psiquiatra já escreveu dois livros sobre este assunto e afirma que isso não passa de uma baixa auto-estima, e uma certa loucura emocional. Segundo ele existem quatro estágios do ciumes:

1 – Zeloso: “É um estágio em que o sentimento ainda pode ser considerado saudável, pois há o cuidado e a preocupação com o bem estar do outro. Ao falar da roupa ou do comportamento do outro, a pessoa visa o bem do parceiro”.

2 – Enciumado: “É quem não é habitualmente ciumento, mas, na vigência de uma situação em que se vê ameaçado, sente medo de perder e entra em competição com um terceiro. Por exemplo, em uma festa, quando a pessoa se sente em desvantagem com relação à outra. Mas é um fato isolado”.

3 – Ciumento: “É o mais clássico. Não precisa de motivo nenhum para estar sempre desconfiado, imaginando que o outro pode o estar traindo. É um traço da personalidade da pessoa, que vive com medo, vasculha bolsa, celular, reclama de roupa, ou seja, vive sofrendo e com medo de perder o parceiro”.

4 – Doente: “O comportamento, aqui, se dá através de uma doença neurológica, causada, por exemplo, por álcool ou um tumor. Nesse caso, a fantasia se torna um delírio e a pessoa tem certeza de um fato que não é realidade. É o verdadeiro ciúme patológico”.

A baixa auto-estima pode ser um sintoma que pode gerar ciumes, a pessoa sente medo de perder a outra,por isso, fica a todo momento: vigiando, brigando, desconfiando etc. As vezes o fato de jogarmos nossa culpa no outro, por exemplo: O marido trai a mulher e desconfia que ela o esteja o traindo, ou seja joga a culpa no parceiro E o psiquiatra alerta que o tipo de brincadeira dessas de tentar fazer o outro ter ciumes é algo extremamente  grave para a relação, a pessoa tem de se sentir segura.

Obrigado pela leitura!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA