Enem é adiado em Taió e Rio do Sul por causa da chuva

Estudantes devem realizar exame no máximo até 1º de dezembro, diz MEC. Nova data nesses dois municípios deve ser anunciada na próxima semana.

0
1273

Enem

Taió e Rio do Sul, no Vale do Itajaí, terão as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) adiadas por causa das chuvas. A nova data para esses dois municípios deve ser anunciada pelo Ministério da Educação (MEC) na próxima semana.

O adiamento vale para todos os locais de prova dessas duas cidades. O MEC informou que os estudantes dos dois municípios farão as provas no máximo até 1º de dezembro.

O anúncio foi feito durante coletiva do ministro da Educação, Aloizio Mercadante, nesta sexta-feira (23). Nas demais cidades do estado, o Enem ocorre neste sábado (24) e domingo (25).

Segundo o MEC, o cancelamento do Enem em Rio do Sul e Taió afeta 4.542 alunos. Será feita uma nova prova para esses estudantes. O MEC avisou também que, fora a nova data do dia do exame, o resto do cronograma publicado no edital será seguido normalmente.
O Ministério afirmou que não houve nenhuma mudança de local de prova em Santa Catarina. Porém, a situação do estado está sendo monitorada e o MEC recomenda que os estudantes chequem os locais de prova na noite desta sexta ou manhã de sábado no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Caso o local de prova seja modificado, o aluno será comunicado através de email, telefone e SMS, informou o MEC.

EnemMoradores ilhados em Rio do Sul usam barcos para se locomover(Foto: Larissa Vier/RBS TV)

Estragos por causa das chuvas
Em Rio do Sul, o nível do Rio Itajaí-Açú subiu de três a quatro centímetros por hora durante a madrugada. Na medição feita às 9h, o Rio Itajaí-Açu chegou a 10,6m. Às 6h, o nível do rio era de 10,71m. Dos 24 bairros, 21 têm pontos de alagamento nesta sexta-feira.

As aulas foram suspensas no município. Os atendimentos em saúde estão concentrados na Policlínica Regional e no Hospital Regional Alto Vale, já que os postos de saúde estão fechados por causa das áreas alagadas.

Segundo a Defesa Civil do município, são 736 pessoas desabrigadas, que correspondem a 198 famílias, alojadas em 14 abrigos da cidade.

Com ruas alagadas, morador de Rio do Sul
resgatou cães Enem (Foto: Bruna Valle/Divulgação)

Celso Ramos, na Serra, é o nono município de Santa Catarina em situação de emergência, segundo a Defesa Civil, ao lado de Lebon Régis, Papanduva, Agronômica, Ituporanga, Quilombo, Itajaí, São Cristovão do Sul e Angelina. Chapecó, no Oeste, decretou emergência na quinta-feira (22), mas ainda não houve o reconhecimento.

Nesta sexta, a Defesa Civil contabiliza 93 municípios com ocorrências relacionadas à chuva nos últimos dias, com um total de 24.717 pessoas afetadas. As casas danificadas somam 5.602. São nove cidades com decretos de emergência.

Fonte: G1

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA