NASA diz ter encontrado água em marte

Este tema ainda terá muito trabalho a fazer, até porque ainda há muito a avaliar agora que se partiu de uma incerteza com mais certeza. A pergunta mais ouvida é “haverá vida em Marte?”

0
1624
NASA

A Nasa tinha anunciado para hoje uma conferência para dar a conhecer uma novidade sobre descoberta no planeta Marte.

Usando um espectrômetro de imagem em MRO, os pesquisadores detectaram assinaturas de minerais hidratados em encostas onde as raias misteriosas são vistos no planeta vermelho. Essas estrias escuras parecem fluxo e refluxo ao longo do tempo. Eles escurecer e parecem fluir encostas íngremes para baixo durante as estações quentes, e, em seguida, desaparecer em estações mais frias. Eles aparecem em vários locais em Marte quando as temperaturas estão acima de menos 10 graus Fahrenheit (menos 23 graus Celsius), e desaparecem em tempos mais frios.

“Nossa missão em Marte tem sido a de ‘seguir a água’, em nossa busca por vida no universo, e agora temos a ciência de forma convincente que valida o que temos suspeitado por muito tempo”, disse John Grunsfeld, astronauta e associado administrador de Ciência da NASA Missão Direcção em Washington.

Este é um desenvolvimento significativo, como ele aparece para confirmar que á água – embora salgado -. Está fluindo hoje sobre a superfície de Marte. Há momentos, a Agência Espacial norte americana revelou que há fortes indícios recolhidos até ao momento que mostram a presença de água em estado líquido no planeta vermelho.

Há cerca de cinco anos, os cientistas notaram algo incomum em Marte. Imagens tiradas em diferentes épocas do ano marciano, pela câmera HiRISE da Mars Reconnaissance Orbiter, mostraram áreas escuras em desenvolvimento nas encostas íngremes durante o verão de Marte e, em seguida, estas manchas mais escuras desapareciam durante o inverno marciano. O padrão destas áreas escuras podem indicar uma solução liquida a escorrer pelas encostas.

Assista tudo que acontece em Marte. 

Os cientistas na altura implicaram essa aparição à existência de água, pois os padrões evidenciavam água em estado liquido presente em Marte. Mas para confirmar esta teoria, era necessário obter uma leitura sobre a composição química da faixas escuras. Agora, os cientistas ultrapassaram algumas das principais dificuldades técnicas para obter essas leituras, e os resultados indicam que as faixas contêm sais ricos em água.

pplware_agua_em_marte01

Estas manchas receberam o nome de “recurring slope lineae,” ou RSL. Estas manchas aparecem nas encostas íngremes, tais como nas paredes das crateras e os padrões mostram traçados que denunciam fluxos de águas. Os RSL estão ausentes no inverno e na primavera e só aparecem perto do equador marciano durante o verão, altura em que as temperaturas podem subir acima do ponto de congelamento da água. Qualquer água líquida deve evaporar-se para a atmosfera escassa de Marte muito rapidamente, mas os sais dissolvidos vão inibir a evaporação e pode baixar o ponto de congelação da água.

Vídeo em animação do que encontraram em marte.

Enquanto os responsáveis da NASA davam a conhecer e explicavam mais pormenorizadamente o que foi apresentado, as perguntas que lhes eram feitas tinham como “urgência” saber se agora era mais fácil ir a Marte. Será que agora que se descobriu água, ir a Marte é mais exequível?

Este tema ainda terá muito trabalho a fazer, até porque ainda há muito a avaliar agora que se partiu de uma incerteza com mais certeza. A pergunta mais ouvida é “haverá vida em Marte?”

Fonte: NASA

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA