Ponho – me

Ponho – me a visualizar sua imagem em minha mente

0
126

Ponho – me a te escrever em pequenos versos singelos de verdade. Versos suaves. Nos quais obtenho a expressão de meu maior sentimento, o sentimento mais puro e verdadeiro. Aquele que vem do coração, que racionaliza com a mente, mas que no final… pouco importa a razão! Sentimento, ah… este sentimento que causa euforia, ciúmes, alívio, paciência e perda de orgulho.

Ponho – me a te comparar com um raro diamante branco, que reluz por onde passa. Um diamante que chama atenção de tudo e todos. Um diamante que é cobiçado por muitos, mas sua verdadeira essência, seu melhor brilho, seu melhor valor… encontra – se nas mãos de apenas uma pessoa. Pessoa esta que é especial, única e singular. Um verdadeiro lapidador, aquele que será o único capaz de fazer com que a pedra preciosa mostre sua mágica.

Ponho – me a dizer que minha missão é proteger este diamante para que não venha a se ferir ou cair em mãos erradas, mesmo que eu, sarcástico escritor e protetor, não seja aquele que verá a magia da pedra, porém cuido para que a pedra permaneça segura para encontrar o seu verdadeiro e eterno, lapidador.

Ponho – me a sentir saudade nesta madrugada sozinha sobre este diamante em formato de ser que se assemelha a um anjo, cuja forma é bela e encantadora. Ponho – me a ama – lá sem medo. Ponho – me a visualizar sua imagem em minha mente. Ponho – me a sentir seu corpo sendo protegido pelo meu. Ponho – me a pronunciar, sem minha própria vontade, um adeus.

COMPARTILHE
Artigo anteriorDivergências Políticas no mundo dos heróis!
Aluno do ensino médio e colaborador no site planetaescuro.com. Escritor por amor e diversão.Contrário a qualquer agressão feita as mulheres. Futuro Engenheiro Automotivo. Acho que o silêncio é a melhor forma de vencermos na vida

SEM COMENTÁRIOS